logo banner

Atrasou a prestação da casa própria? Veja dicas para evitar problemas com o financiamento

Por PATRICIA em 23/05/2022 às 08:03:17

Entre brasileiros com dívidas, 8,3% estão pagando o financiamento da casa própria, diz levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Com a taxa de desemprego do Brasil entre as maiores do mundo e a renda em queda, os brasileiros estão cada vez mais endividados – e inadimplentes, mostra levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Entre as principais dívidas dos brasileiros, está o financiamento da casa própria: 8,6% dos endividados dizem estar pagando parcelas. Mas muitos não estão conseguindo nem isso – e correm o risco de ter o imóvel tomado pelo banco.

O g1 conversou com o Serasa e com a CNC para dar dicas aos mutuários em dificuldades.

Veja abaixo:

Perdi a data de pagamento. O que devo fazer?

Como cada financiamento imobiliário possui suas regras, o ideal é que o devedor procure a instituição financiadora para verificar o prazo e as condições de pagamento estabelecidas em contrato para quitar a pendência.

É possível deixar de pagar algumas prestações?

Sim. É possível pedir uma carência nas prestações à instituição financeira. Esses valores não pagos serão depois incorporados ao saldo devedor, diz Daniele Akamine advogada especialista em financiamento imobiliário. Mas cuidado: as prestações seguintes vão subir de valor.

LEIA MAIS

Alta dos juros faz 3 milhões de famílias perderem acesso ao financiamento imobiliário

Imóvel na planta: disparada dos juros eleva custo do financiamento e assusta mutuários na entrega das chaves

Crédito imobiliário com recursos da poupança cai 19,7% em março, diz Abecip

Vale a pena fazer a portabilidade da dívida?

A portabilidade da dívida é a troca do financiamento de um banco para outro. A troca só é vantajosa para o cliente após uma análise dos juros de uma instituição para outra.

“A taxa de juros está um pouco mais alta do que um ano atrás, então vai depender muito da situação que o cliente tinha para fazer a portabilidade”, diz Akamine.

O que pode acontecer com quem não paga?

Além da diminuição do score de crédito, negativação e dificuldade no acesso ao crédito, no caso do imóvel outras consequências podem ser aplicadas. Ao ultrapassar o período de pagamento estabelecido em contrato, por exemplo, o credor poderá encaminhar uma notificação ao devedor.

Após um prazo determinado em contrato, a instituição financeira também pode aplicar medidas mais severas, como tomar o imóvel.

Fonte: G1

Comunicar erro
LINK NET

Comentários

AUTO ESCOLA